Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

a thousand books

Sex | 06.05.22

Review | Morte na praia

| Com 4 ⭐︎ |

Morte na praia 0.2 - cópia.jpg

Mais um policial de Agatha Christie que não desiludiu. Ou não tivesse sido ela exímia na arte de construir narrativas enigmáticas, do início ao fim. Mas, apesar da atmosfera carregada de suspense, faltou intensidade ao longo de toda a ação. Às páginas tantas, acabamos por sentir que os acontecimentos estão encadeados de forma muito pouco natural.

 

O primeiro policial com Hercule Poirot a assumir as rédeas de todo o mistério. E foi o suficiente para perceber que Miss Jane Marple tem um lugar muito especial no meu coração. É a implacável bisbilhoteira mais querida da literatura policial que desvenda todos os mistérios com os métodos menos convencionais. Mas atenção, Poirot é um detetive que está à altura de Miss Marple. Com uma linha de pensamento extraordinária, é genial a forma como ele encaixa todas as informações e detalhes que passam sempre despercebidos. Como um relógio. Um frasco. E simples velas. O assassino é inesperado e eu não estive minimamente perto.

 

Estamos em plena época balnear, e uma ilha da costa de Devon é a escolha de Poirot para dar início às suas férias, aproveitando ao máximo os benefícios do sol e do ar marítimo. Mas, por uma (in)feliz coincidência, o detetive belga cedo abdica dos seus planos para dedicar toda a sua atenção ao excêntrico grupo que com ele partilha o hotel. Porque, por detrás da aparente frivolidade destas relações sociais, reina uma atmosfera sombria e duvidosa. Uma mulher vai aparecer estrangulada. E o assassino está longe de ser encontrado.

 

Também podes querer ler,

Review | Anúncio de um crime

Review | Um corpo na biblioteca

Review | O enigma das cartas anónimas

Review | O comboio das 16h50

Review | No início eram dez