Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a thousand books

23.02.21

Review | Sapiens

| Com 4 ⭐︎ |

Sobre o Sapiens, optei por uma leitura repartida por capítulos, daí só o ter terminado agora. Sapiens, a História Breve da Humanidade que não é assim tão breve, oferece-nos uma visão geral, um tanto ou quanto detalhada, com diferentes perspetivas sobre a origem da Humanidade e todas as transformações que ocorreram desde os primórdios da nossa existência até aos dias de hoje.   Sapiens, um ensaio que estimula o pensamento crítico sobre os mais variados aspetos da vida humana (...)
08.02.21

Review | Paranoia

| Com 3,5 ⭐︎ |

As expectativas em torno dos livros são uma inevitabilidade. Porque quando compramos um livro, esperamos que se revele uma boa experiência literária. Não necessariamente extraordinária, mas que, pelo menos, corresponda às expectativas. A verdade é que o último livro que ocupou a minha mesa de cabeceira, podia ter sido um thriller intenso e arrebatador, mas faltou o ritmo acelerado, o suspense e a tensão ao longo de toda a narrativa.   Uma narrativa densa onde a memória e (...)
25.01.21

Review | O pintor debaixo do lava-loiças

| Com 5 ⭐︎ |

Uma experiência profissional no mercado livreiro, oferece-nos um leque bastante amplo e diversificado de autores. E, se foi na estante dos autores portugueses que estabeleci o primeiro contacto com Afonso Cruz, muito graças ao livro “A Boneca de Kokoschka” que ainda não li, o livro de que vos venho falar hoje, coloca Afonso Cruz na lista dos meus autores favoritos. Ainda por cima, um autor de alma nacional. Na mesa de cabeceira já esteve o livro “Os livros que devoraram o meu pai (...)
11.01.21

Review | O Jardim das Borboletas

| Com 5 ⭐︎ |

O primeiro livro de 2021 veio comigo de 2020. E se as próximas leituras forem tão absorventes quanto esta ~ ou não fosse “O Jardim das Borboletas” um thriller ~ avizinham-se boas experiências literárias para este ano. Porque todo o argumento é construído de forma metódica, explorando os diferentes traços de personalidade das personagens envolvidas. Mais do que assustador, o argumento é sinistro e perturbador, tornando toda a narrativa intensa. E, apesar do choque não nos (...)
26.12.20

Review | Boas Esposas

| Com 3 ⭐︎ |

Sobre “Boas Esposas”, um retrato onde o tradicionalismo em relação ao papel do homem e da mulher na sociedade se começa a desconstruir, foca especialmente o que se espera que seja o cumprimento dos seus deveres sociais. Enquanto Meg enfrenta os desafios de esposa, mãe e dona de casa, Jo continua com uma postura defensiva em relação ao amor, permanecendo o seu foco no seu futuro enquanto escritora; e, se Beth continua a lutar contra a doença, mostrando o melhor que existe dentro (...)