Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a thousand books

Qua | 17.07.19

Ginos, e o amor no prato

Sobre o Ginos, a única palavra que me ocorre é amor. Amor nos pratos que foram pedidos. E amor incondicional pela melhor pessoa que podia ter do meu lado. Todos os dias, sem qualquer questionamento. A minha mãe. O meu porto seguro.

 

A verdade é que a escolha por um bom restaurante no Parque das Nações começa a ser mais variada. E ainda bem. Desta vez, fomos até à Alameda dos Oceanos, 1.06.1.1 conhecer o Ginos. Não nos desiludiu. E queremos voltar mais vezes. Sem grandes dúvidas.

ginos1.JPG

Começámos com um delicioso Pane com Scamorza, duas fatias de pão crocante com manteiga de alho, queijo scamorza ralado e bacon frito. Como podem perceber, foi a dose perfeita para uma pessoa que tencionava devorar um prato de massa, logo a seguir. Estava delicioso, com uma conjugação perfeita.

ginos3.JPG

Os Raviolis Integrali Pesto e Pomodorini estavam quase perfeitos, não fosse o excesso de azeite. Uns raviolis com farinha de espelta integral recheados com queijo ricotta e nozes, com molho de pesto, tomate-cereja, queijo parmesão e manjericão. Estavam no ponto, super saborosos.

ginos2.JPG

O Penne All’arrabbiata di Pepperoni estava perfeito, com uma combinação perfeita de molho de tomate, alho, tomate-cereja, pepperoni, salsa e queijo parmesão. Foi o prato mais quente que comi até hoje. E que me soube tão bem.

 

Resumindo e baralhando, ainda há um vasto menu para descobrir. E uma vontade enorme de experimentar as pizzas do Ginos. Mas isso não será uma novidade.

beijinhos **